Plano dos avisos de abertura de candidaturas ao FEDER, FSE e Fundo de Coesão - Última versão

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Educação e Formação estarão entre os oito setores mais procurados em 2025

Fórum Económico Mundial apresenta a lista das profissões que terão maior procura em 2025 e as mudanças globais em marcha que exigem aos trabalhadores novas capacidades e novos conhecimentos.

Para os especialistas do Fórum Económico Mundial, e de acordo com as conclusões do relatório The Future of Jobs and Skills, a educação e formação estarão entre os oito setores mais procurados em 2025 e são o número seis em termos de crescimento, muito devido às constantes modificações no mercado laboral, nas novas tecnologias e na informação. Novas competências serão exigidas e os formadores/professores terão de ter a capacidade fornecer novos conhecimentos a todos os que pretendem melhorar as suas competências, em termos de aprendizagem ao longo da vida.

Antonia Cusumano, líder de pessoas e organização na consultora PwC, explica como se espera que seja o futuro da formação: "Vamos aproveitar os 10 minutos da viagem de autocarro a caminho de casa vindo do trabalho e ao descarregar uma app, entre várias que têm surgido com mini-vídeos educacionais, poderemos aperfeiçoar conhecimentos. A mudança consistirá nesses pedaços mini de informação que podemos consumir rapidamente e quando precisamos e a qualquer momento".



Fonte: Dinheiro Vivo/PO CH

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Semana Europeia da Formação Profissional com 700 mil participantes

Realizou-se de 5 a 9 de dezembro, a Primeira Semana Europeia da Formação Profissional, organizada pela Comissão Europeia, com o objetivo de inspirar as pessoas a descobrir e melhorar os seus talentos através da Formação Profissional.

Durante a Semana Europeia da Formação Profissional (EFP) foram realizados mais de 900 eventos por toda a União Europeia, com cerca de 700 mil participantes, na sua maioria jovens, adultos e professores, e que marcaram presença de forma massiva nos workshops, seminários, conferências e eventos de entrada livre.
Nas redes sociais foram contabilizados mais de 8.800 posts sobre os eventos e que foram lidos e comentados por mais de 9 milhões de pessoas.
Marianne Thyssen, Comissária europeia do Emprego, Assuntos Sociais, Competências e Mobilidade Laboral, destacou o sucesso do evento devido à "enorme participação ativa de jovens e de adultos."
A Semana Europeia da Formação Profissional culminou com a atribuição de prémios de excelência e a qualidade em várias categorias de EFP, bem como com a divulgação de grandes projetos que tenham recebido financiamento nacional e da União Europeia.

PO CH - Competências de Adultos
O Programa Operacional Capital Humano (PO CH) participou, nos dias 6 e 7 de Dezembro, na conferência "Competências de Adultos", integrada na agenda da Semana Europeia de Competências Profissionais, com a presença de Joaquim Bernardo, presidente da Comissão Diretiva do PO CH.
Os interessados podem consultar, no portal da Comissão Europeia, todas as apresentações realizadas nesse evento.

Ensino e da Formação Profissionais oferece boas perspetivas de emprego
No quadro da Nova Agenda de Competências para a Europa, a Comissão Europeia reiterou a necessidade de sensibilizar jovens, pais e outros aprendentes para o facto de um percurso de EFP poder ser tão aliciante enquanto opção de carreira como a via de aprendizagem tradicional do ensino secundário até à universidade.
Através da Semana Europeia da Formação Profissional, a Comissão deu destaque ao EFP enquanto opção que oferece boas perspetivas de emprego de qualidade, salário e progressão no mercado de trabalho. Como tal, o Ensino e da Formação Profissionais contribui para as prioridades estratégicas da Comissão na área da Competitividade.



Fonte: PO CH/Comissão Europeia

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Afinal, porque melhoraram os resultados? - fórum aQeduto

​Realiza-se no dia 27 de outubro, às 18 horas, na Torre do Tombo, o último fórum do projeto aQeduto, integrado no mês da Educação e que contará com a presença do presidente da Comissão Diretiva do PO CH, Joaquim Bernardo.

​Os resultados dos alunos portugueses, nos cinco ciclos PISA, melhoraram gradualmente a Matemática, Leitura e Ciências e, a partir do ciclo de 2009, aproximaram-se da média da OCDE
O último fórum aQeduto irá debater quais as variáveis que mais contribuíram para esta evolução. Este debate contará com a presença de João Baptista, Subdiretor-Geral da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência.
Projeto Aqeduto: avaliação, equidade e qualidade em educação é uma parceria entre o Conselho Nacional de Educação e a Fundação Francisco Manuel dos Santos. Este projeto, desenvolvido por uma equipa multidisciplinar, visa explicar a variação dos resultados dos alunos portugueses nos testes PISA, nomeadamente, os fatores responsáveis pela evolução positiva verificada em Portugal ao longo dos doze anos.
O projeto tem como principal objetivo municiar a opinião pública com informação credível e sustentada sobre o desempenho dos alunos portugueses, através de uma linguagem acessível, mas sem desvalorizar o rigor científico. Neste contexto, entre dezembro de 2015 e outubro de 2016 será publicado mensalmente um folheto sobre o impacto nos resultados dos alunos de diferentes variáveis (retenção, ambiente familiar, o papel da escola, ensino privado e público, entre outras).
Participe e inscreva-se AQUI
Fonte: Conselho Nacional de Educação (CNE)

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

PO CH lança Guia do Beneficiário

O documento disponibilizado pretende assegurar de forma simples e eficaz uma comunicação efetiva das diferentes áreas de trabalho do Programa Operacional Capital Humano (PO CH), dos seus pressupostos e objetivos.

Guia do Beneficiário do PO CH reúne toda a informação essencial sobre o Programa, tendo por base um conjunto de questões/dúvidas colocadas por todos os que diretamente trabalham com o PO e é um instrumento ao serviço de quem beneficia dos Fundos, bem como do público em geral.

Contempla os procedimentos associados ao ciclo de vida de um projeto financiado pelo Fundo Social Europeu (FSE), incluindo informações práticas sobre o processo de candidatura, a implementação do projeto e a fase pós-projeto, regras de comunicação, um glossário e toda a legislação aplicável.

Consulte e faça download do Guia do Beneficiário.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Cursos Profissionais com adiantamentos até 45%

A Comissão Interministerial de Coordenação do Portugal 2020 aprovou um sistema de financiamento que permite adiantamentos até ao máximo de 45% do total do valor aprovado, para as candidaturas apresentadas este ano no âmbito dos Cursos Profissionais.

​Esta deliberação produz efeitos para os Avisos de Apresentação de Candidaturas do corrente ano  aos Cursos Profissionais, financiados pelo Fundo Social Europeu (FSE) no âmbito do PO CH e do Programa Operacional Regional de Lisboa.

A decisão decorre do excecional esforço financeiro suportado pelas entidades do sistema de educação e formação na concretização das políticas públicas dirigidas à qualificação e certificação escolar e profissional de jovens e cuja continuidade importa assegurar no âmbito do Portugal 2020, sem interrupções, através de um adequado nível de cofinanciamento FSE.
Para o presidente da Comissão Diretiva do PO CH, Joaquim Bernardo, "esta medida constitui um estímulo adicional para o bom desenvolvimento dos projetos aprovados no âmbito do PO CH, em linha com o esforço de assegurar uma maior estabilidade ao financiamento dos cursos profissionais".
No domínio do Capital Humano trata-se do maior concurso de sempre em termos de valores financeiros, com 321 projetos divididos por escolas públicas, escolas profissionais públicas e pelo Turismo de Portugal, I.P, que tutela as escolas de hotelaria e turismo, o que corresponde a 65% das candidaturas apresentadas. As escolas profissionais privadas e os estabelecimentos de ensino particular e cooperativo submeteram 175 projetos no Balcão 2020, com um peso de 35% em termos globais.